Importância da água para os seres vivos

importância da água para os seres vivosEm 1954, o astronauta Yuri Gagárin, ao observar a Terra de sua nave espacial, exclamou: A Terra é Azul.

A água ocupa cerca de ¾ de toda a superfície terrestre. A maior parte dessa água forma os oceanos, mares, rios e lagos e, em menor porporção, ela está nos sedimentos, na atmosfera e nos organismos vivos.

Ela é essencial aos seres vivos e ao meio ambiente, pois desempenha papel fundamental no mecanismo bioquímico dos seres vivos.

A água possui algumas propriedades muito importantes: é capaz de armazenar energia (calor específico), possui ponto de fusão e densidade específica. Estas propriedades, em conjunto, impedem que uma grande massa de água se congele ou se aqueça rapidamente.

A água já estava presente no início da formação da Terra e foi o berço de todas as formas de vida que habitam o planeta.

Na Grécia Antiga, o filósofo Tales, nascido em Mileto por volta de 640 a.C., já reconhecia a água como a matéria básica ou o elemento a partir do qual se formavam todos os outros. Ele dizia que a Terra era um disco que flutuava na água, sendo que nesta estava a origem de toda a vida.

No século XVIII, o vapor d’água foi utilizado para a construção da máquina a vapor, que foram usadas em indústrias testeis e também para mover barcos e trens.

Para países que possuem costas marítimas a água possui uma enorme importância política e econômica.

Importância da água para os seres vivos

Quando se determina qual a finalidade que a água será utilizada, ela deve apresentar um conjunto de características que irão conferir a ela a qualidade desejada.

O conselho Nacional do Meio Ambiente(CONAMA), através da resolução nº 20, de 18 de Janeiro de 1986, classifica os diferentes tipos de água e estabelece os parâmetros e indicadores específicos, de modo a assegurar seus usos preponderantes.

Portanto, a água que é utilizada em nossas casas, na indústria, no lazer, pesca, devem atender padrões estabelecidos, ditados pelas normas do país.

A água presente na natureza, na maioria das vezes deveria apresentar qualidades que seja suficientemente boa para garantir a sobrevivência dos organismos vivos.

A água é a substância mais abundante do corpo humano. Ela é um componente essencial de todos os tecidos do organismo. Apesar de não conter nenhuma caloria ou outros nutrientes, sem a água o corpo humano só continuaria funcionando por poucos dias. A perda de 20% de água corpórea pode causar a morte e uma perda de apenas 10% causa distúrbios graves.O corpo humano perde água por várias vias. Através dos rins em forma de urina, como parte das fezes, através do processo de respiração e através da transpiração (suor). Podemos verificar que a ingestão de água está insuficiente simplesmente observando nossa urina.

Quando a quantidade de água está insuficiente, os rins tentam compensar conservando a água e, portanto excretam uma urina mais concentrada, com coloração amarelo mais acentuado. Um baixo consumo crônico de água aumenta o risco de cálculos (pedras) renais ou cálculos na bexiga.

Calcula-se que um homem que pesa 70Kg ela deverá ingerir diariamente cerca de 2,5L de água. Sucos, refrigerantes, chá, café e os alimentos contém água. Mas a pessoa deve dar preferência à água pura

As plantas absorvem a água pela extremidade da raiz e eliminam principalmente pelas folhas, num processo chamado evapo-transpiração.

Os organismos aquáticos, retiram seu alimento e ar que respiram, os peixes não retiram o oxigênio que precisam diretamente da água e sim do gás oxigênio que se encontra dissolvido na água.