Separação de Misturas


separação de misturasComo os materiais encontrados na natureza, em sua maioria, são constituídos de misturas de substâncias puras, para obtê-las, será necessário separá-las. Podemos misturar sólidos diferentes (pedra + feijão), sólidos com líquidos (sal + água), líquidos diferentes (óleo + água), líquidos com gás (refrigerantes), gases diferentes (ar), etc.

Podemos também separar as misturas para obter as substâncias no seu estado original. Para isso, existem diversos métodos diferentes. Neste tópico iremos conhecer os principais. Existem muitos processos para separação de misturas, mas o método a ser empregado depende das condições materiais para utilizá-lo e do tipo de mistura a ser separado.

Você já pensou em como separar algumas misturas que são encontradas ao seu redor?

Para isso, é necessário, em primeiro lugar, observar se a mistura em questão é homogênea ou heterogênea, para em seguida escolher o processo mais adequado para separá-la. Os processos mais utilizados para separação de misturas são: Catação, Ventilação, Levigação, Peneiração, Separação Magnética e Flotação, usados na separação de misturas heterogêneas constituídas de dois componentes sólidos.

Catação: os grãos ou fragmentos de um dos componentes são catados com as mãos ou com uma pinça. Por exemplo, quando escolhemos feijão e separamos as impurezas.

Ventilação: passa-se pela mistura uma corrente de ar e este arrasta o mais leve. A casca do amendoim é separada soprando-se os grãos.

Levigação: passa-se pela mistura uma corrente de água e esta arrasta o mais leve. É o processo usado pelos garimpeiros para separar o ouro (mais denso) da areia (menos densa).

separação magnéticaSeparação magnética: passa-se pela mistura um imã: se um dos componentes possuir propriedades magnéticas, será atraído pelo imã.

peneiração Peneiração: usada quando os grãos que formam os componentes têm tamanhos diferentes.

Flotação: empregamos um líquido de densidade intermediária. O menos denso flutua. Exemplo: areia + serragem – basta colocar num recipiente e adicionar água.

Dissolução fracionada: é o processo de separação de dois ou mais sólidos. Adiciona-se um solvente que dissolva apenas um dos componentes e filtra-se a mistura. Com a evaporação do solvente, recupera-se o sólido. Exemplo: sal + areia. Acompanhe o processo no diagrama abaixo: dissolução fracionada Decantação: No método da decantação, a mistura permanece em repouso até que o sólido tenha se depositado completamente no fundo do recipiente. Remove-se em seguida o líquido, virando-se cuidadosamente o frasco, ou com o auxílio de um sifão (sifonação).

Centrifugação: é usado para acelerar a decantação da fase mais  centrifugaçãodensa de uma mistura heterogênea constituída de um componente sólido e outro líquido. Esse método consiste em submeter a mistura a um movimento de rotação intenso, de tal forma que o componente mais denso se deposite no fundo do recipiente. A manteiga é separada do leite por centrifugação. Como o leite é mais denso que a manteiga, formará a fase inferior.

Nos laboratórios de análise clínica, o sangue, que é uma mistura heterogênea, é submetido à centrifugação para separação de seus componentes. A centrifugação é utilizada na máquina de lavar roupa, na separação da água e do tecido que constitui a roupa.

Filtração: O método consiste em passar a mistura através de um filtro que retém a parte sólida e deixa passar a parte líquida. Os materiais dos filtros são muito variáveis, havendo filtros de algodão, de papel e de porcelana.

Evaporação: é usado para separação de misturas homogêneas constituída de um componente sólido e o outro líquido. A evaporação é usada para separar misturas, quando apenas a fase sólida é de interesse. O sal de cozinha é extraído da água do mar por evaporação. A água do mar é represada em grandes tanques, de pequena profundidade, construídos na areia, chamados de salinas. Sob a ação do sol e dos ventos, a água do mar represada nas salinas sofre evaporação, e o sal de cozinha e outros componentes sólidos vão se depositando no fundo dos tanques. O sal grosso obtido nas salinas, além do uso doméstico, também é utilizado em países de inverno muito rigoroso para derreter a neve, visto que o gelo cobre as ruas, estradas e pastagens. Isso ocorre porque ao dissolvermos uma substância em um líquido, esta diminui o ponto de congelação do líquido.

Destilação simples:: Utilizamos quando temos um sólido dissolvido no líquido. Exemplo: separação do sal da água. destilação

Destilação Fracionada: O processo de destilação fracionada compreende o aquecimento de uma mistura de mais de dois líquidos que possuem pontos de ebulição não muito próximos. Ao aquecermos essa mistura, inicialmente teremos a separação do líquido de menor ponto de ebulição. Em seguida teremos a separação do líquido que tiver o ponto de ebulição imediatamente superior, e assim sucessivamente. Os componentes do petróleo podem ser separados aplicando-se este método. A destilação fracionada é utilizada na separação dos componentes do petróleo. O petróleo é uma substância oleosa, menos densa que a água, formado por uma mistura de substâncias. O petróleo bruto é extraído do subsolo da crosta terrestre e pode estar misturado com água salgada, areia e argila. Por decantação, separa-se a água salgada, por filtração, a areia e a argila. Após este tratamento, o petróleo, é submetido a um fracionamento para separação de seus componentes, por destilação fracionada. As principais frações obtidas na destilação do petróleo são: fração gasosa, na qual se encontra o gás de cozinha; fração da gasolina e da benzina; fração do óleo diesel e óleos lubrificantes, e resíduos como a vaselina, asfalto e pixe. Torre de Destilação do Petróleo A destilação fracionada também é utilizada na separação dos componentes de uma mistura gasosa. Primeiro, a mistura gasosa deve ser liqüefeita através da diminuição da temperatura e aumento da pressão. Após a liquefação, submete-se a mistura a uma destilação fracionada: o gás de menor ponto de ebulição volta para o estado gasoso. Esse processo é utilizado para separação do oxigênio do ar atmosférico, que é constituído de aproximadamente 79% de nitrogênio, 20% de oxigênio e 1% de outros gases. No caso desta mistura, o gás de menor ponto de ebulição é o nitrogênio.