Pneumonia

Com a diminuição da temperatura os casos de pneumonia e outras doenças respiratórias, sobem muito.

No Brasil estima-se que ocorre mais de 2 milhões de casos de pneumonia. O ar seco contribui muito para este quadro, pois favorece a permanência de microorganismos no ar.

Apesar do desconforto que gripes e resfriados comuns causam, não é necessário muita preocupação.

A pneumonia que é a grande preocupação e merece toda a atenção no diagnóstico e tratamento.

A grande dificuldade de identificar os casos de pneumonia é que seus sintomas são muito parecidos com o da gripe comum: tosse, cansaço, febre alta e dores pelo corpo, portanto se não diagnosticada a tempo pode se tornar algo mais grave.

A aglomeração em locais fechados favorece muito a proliferação de vírus e bactérias e a sua transmissão é facilitada. O ar-condicionado que tanto gostamos principalmente no calor é um ótimo criadouro de várias espécies de fungos.

Deve-se tomar cuidado redobrado com pessoas contaminadas, principalmente quando tossem, secreções e gotículas de saliva podem transmitir o vírus para você.

A utilização de agasalhos em dias frios, não é mero folclore, as mudanças bruscas de temperatura são prejudiciais.

Elas interferem no funcionamento adequado dos cílios, filamentos microscópicos que contribuem para eliminar secreções e impurezas que se formam nas vias aéreas, o que pode ser um fator para agravar o ataque das infecções.

Lavar as mãos com água e sabão é muito importantes para manter os microorganismos afastados do seu corpo, inclusive os que causam a gripe suína. Uma medida simples também é muito recomendada: escovar os dentes, problemas bucais agravam a pneumonia podendo evoluir até a morte.

Uma boa alimentação é fundamental para fortalecer o organismo, defesas fracas acabam por contribuir para que as pneumonias bacterianas migrem para áreas mais inferiores do trato respiratório.

A bebida alcoólica interfere no sistema imunológico , favorecendo o caminho para os germes. O cigarro também é um agravante para as infecções, inclusive as pneumonias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *