Problemas com a acne

93% de todos os adolescentes, após entrar na puberdade sofrem deste mal.

O lado positivo: Acne hoje em dia pode ser controlada ou curada. O sucesso do tratamento depende da motivação em grande parte do indivíduo. Acne ocorre mais freqüentemente em homens do que em adolescentes do sexo feminino.

Por quê?

Na puberdade, ocorre o aumento da produção de hormônios sexuais masculinos na formação de meninos e meninas.

Os hormônios masculinos causam uma excessiva produção de sebo e um crescimento mais rápido das células córneas nas glândulas sebáceas da pele. Acne (acne), portanto é uma doença das glândulas sebáceas.

Cada um tem um duto da glândula sebácea, o sebo flui para superfície da pele através destes dutos. Na parte superior do duto estão as células protetotas da pele – chamado corneócitos.

Através de aumento da produção das glândulas sebáceas, juntamente com uma queratinização das aberturas das glândulas sebáceas pode ocorrer uma obstrução durante as mudanças hormonais – que causam os impopulares cravos pretos. esta obstrução é um terreno ideal para as diversas formas de bactérias – vêm a inflamação das glândulas sebáceas.

Formam-se nódulos inflamatórios eritematosas (espinhas) ou vermelho grande, dolorosa (pústulas). Inflamações são essencialmente causadas pelas bactérias staphylococcus.

Cravos pretos, espinhas, cicatrizes

Distinguimos entre comedões abertos (cravos pretos), comedões fechados (cravos brancos) e Acne pápulo-pustulosa (espinhas inflamadas). Além disso, ocorre a separação entre a acne superficial e grave, a acne profunda com profundidade abaixo da pele e nódulos inflamados(acne conglobata).

Esta forma de acne geralmente não é tratada localmente devido a profundidade. A acne profunda, muitas vezes leva a cicatriz, enquanto que a acne superficial, apenas através de maltrato, como “espremer” leva a cicatriz.

Muitas vezes, a acne ocorre durante a puberdade, mas existem pacientes com acne entre 25 ou 30 anos de idade. As áreas afetadas são principalmente: o rosto, peito, costas, ombros, porque há muitas glândulas sebáceas nesses lugares.

Os seguintes fatores influenciam

_ Predisposição para a acne, o pai e a mãe através de herença genética para os filhos;

_ As mudanças hormonais, especialmente durante a puberdade, e às vezes durante o período de menstruação ou gravidez;

_ Cosméticos que contenham gorduras ou óleos;

_ Alguns medicamentos como a cortisona (esteróides);

_ O uso prolongado de cosméticos, protetores solares, toxinas ambientais ou produtos químicos.

Não existe nenhuma dieta anti-acne!

Antigamente, acreditava-se que a dieta influenciava na formação de acne. Estudos controlados refutaram esta opinião. No entanto, se após a ingestão de certos alimentos, nota-se a piora da acne, você deve evitar ou abandonar o consumo deste alimento.

Tratamento e cuidados

_ Uso de cosméticos especiais para acne. A limpeza da pele e cuidados com produtos específicos para a pele acnéica é um passo essencial; _  Muito importante : não espremer e deixar escorrer sobre a pele, uma vez que apenas agrava a inflamação e também deixará cicatrizes.

A pele danificada pode também desenvolver outras patologias;

_ Lavar a pele pelo menos uma vez por dia, com os produtos ideais; _ Aplicação de cremes ou géis de antibióticos, por exemplo, com Peróxido de benzoíla. A droga é eficaz contra a bactéria responsável pelo desenvolvimento da acne;

_ Compressas calmantes ajudam a pele inflamada ou máscaras com camomila.   O tratamento regular com meios eficazes atenua a gravidade da doença e impede a formação de cicatrizes permanentes.

A cura da Acne não vai acontecer amanhã, mas – com paciência e cuidado o tratamento terá sucesso!

Quando devo ir ao médico?

Se a acne é muito intensa, com inflamações e grandes supurações, ou na ausência de melhora após tratamentos conjuntos, um médico deve sempre ser procurado.  Um médico pode receitar antibióticos como a eritromicina, clindamicina, tetraciclina, ou doxiciclina, ácido azeláico, retinóides, ou combinações de ingredientes ativos, inclui o tratamento dos casos mais graves de acne.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *