Afasia – Afasia de Broca – Wernicke

Para entender a afasia, temos de conhecer a estrutura do cérebro humano.

O cérebro é dividido em duas partes, o hemisfério dominante e o hemisfério menor. O hemisfério dominante, que é o centro da linguagem, responsável pela fala e compreensão da linguagem. O hemisfério menor é a sede das funções de percepção e de orientação espacial.

E em cada um dos hemisférios, encontram-se a visão, sensibilidade e motrocidade.

A afasia é um sintoma devido a uma desordem neurológica do hemisfério dominante. Dependendo do tipo de afasia o problema pode ser o de encontrar as palavras ou entender as palavras, ou ambos. Assim, o afásico é incapaz de entender o que ele disse ou encontrar as palavras para terminar frases. Ele também pode enfrentar algumas dificuldades para ler e escrever.

afasia

A Afasia de Broca  (ou afasia motora):

 ■excelente entendimento da linguagem;

■dificuldade de falar;

■ dificuldade ou incapacidade de encontrar as palavras certas;

■ truncamento de frases (exemplo: “Eu fui para o hospital” vai se tornar “hospital Mário Amato”.)

Afasia de Wernicke (afasia sensorial):

 ■ dificuldade de compreensão da linguagem;

■ facilidade de falar;

■ produção de longas frases sem sentido;

■ adicionar palavras inadequadas (por exemplo: “O cachorro terminou o trabalho vai continuar amanhã”);

■ substituição de uma palavra por outra ou de uma sílaba por outra, um fenômeno chamado “parafasia.

Afasia Global (afasia sensorial):

 ■ afeta tanto a expressão como a compreensão.

O que provoca a afasia?

Um AVC(acidente vascular cerebral)  é a causa mais comum do início súbito da afasia .

Um coágulo ou trombose podem entupir as artérias que fornecem sangue ao hemisfério dominante do cérebro.

A paralisia parcial ou completa de uma metade do corpo, muitas vezes acompanha a afasia .

Se isso ocorre nos hemisfério menores, como conseqüência podem causar alguns problemas com a fala, devido à paralisia dos músculos da boca e fonação (disartria). Em tais casos, porém, a expressão e a compreensão não são afetadas.

Trauma: como um traumatismo craniano grave.

Tumor cerebral: o crescimento de um tumor no cérebro pode causar um comprometimento progressivo do centro da linguagem.

O Mal de Alzheimer: Este tipo de doença destrói gradualmente as células do cérebro responsáveis pela linguagem.

Dicas

Não se preocupe com a afasia leve: qualquer pessoa estressada ou particularmente cansada pode confundir idéias, palavras ou expressões.

Este é um fenômeno normal e não deve preocupar. No entanto, se isso ocorrer sem razão aparente, o melhor é consultar rapidamente um médico, a recuperação será ainda mais fácil.

Prevenção de Acidente Vascular Cerebral (AVC): tabagismo, doença cardíaca, hipertensãoDiabetes, Arteriosclerose e Envelhecimento são todos fatores de risco.

Para evitá-los, você deve manter um peso saudável, atividade física, ter uma alimentação saudável, controlar a pressão arterial e verificá-la regularmente e, principalmente, deixar de fumar.

Se um parente for afligido por afasia seja paciente, porque a recuperação é longa e, por vezes, dolorosa. Você pode ajudá-lo não terminando as frases para ele, encorajando-o a fazer esforços e usando uma linguagem simples e frases curtas (sem adotar linguagem de bebê).

Obtenha ajuda: Existem agências e grupos de apoio que visam prestar apoio e informação aos afásico e suas famílias.

Quando procurar o médico?

* Você pensa que está afásico.

* Você acha que um dos seus entes está com afasia

* Alguém que você conhece, está com a fala arrastada.

Como é a consulta?

Para detectar a afasia o médico procede a um exame médico completo que inclui um questionário e um exame neurológico.

Ele pode usar eletroencefalograma, tomografia computadorizada do cérebro , a tomografia cerebral isotópica, ressonância magnética, fonoaudiologia ou de exame neuropsicológico.

Qual é o tratamento?

Não há tratamento com droga ou cirurgia para afasia, independentemente do tipo. Só o tempo e fonoaudiologia pode melhorar a condição do paciente com afasia.

E não há praticamente nada para fazer se a afasia é devido a um tumor cerebral ou demência.

Quando há um AVC ou trauma, é raro que a afasia seja permanente. A recuperação pode ser completa ou incompleta.

Na maioria dos casos, há uma recuperação significativa da linguagem, com algumas seqüelas (por exemplo, o paciente pode trocar ou dificuldade pronunciar algumas palavras). Mas para a recuperação máxima, recomenda-se que a reabilitação seja feita no início dos sintomas, porque é quando a resposta do cérebro será melhor.

A Fonoaudiologia começa muitas vezes no hospital no dia do diagnóstico. A duração da reabilitação é geralmente de três meses.

Se o afásico sente-se deprimido, um psicólogo pode ser recomendado.

Quando a saúde do paciente permite, a reabilitação é feita externamente, em um centro de reabilitação. Além disso, os parentes serão fundamentais no trabalho para apoiar o paciente e auxiliar nos exercícios.

A velocidade de melhoria varia dependendo do tamanho das lesões, a saúde geral do afásico sua motivação e seu nível de comprometimento e envolvimento. Em geral, a recuperação mais rápida leva umas seis semanas, mas pode estender-se por um ano.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *