Dicas para conviver com enxaqueca

Illustration by Brittany England

COVID-19 mudou radicalmente a maneira como vivemos, trabalhamos e nos socializamos. Antes a tecnologia de videoconferência, uma vez reservada para locais de trabalho, agora está sendo usada para tudo, desde reuniões de trabalho ininterruptas a aulas de ioga, chás de bebê e até jantares on-line.

Esta tem sido uma má notícia para quem vive com enxaqueca, o tempo em frente a tela pode ser um gatilho. Não é nenhuma surpresa que, durante esta era de reuniões de Zoom ininterruptos, a dor po de atingit o pior nível.

Depoimento: “Eu tenho enxaqueca desde que estava no colégio, e o estresse sempre foi um gatilho. No entanto, em julho atingiu um novo nível, com 26 dias de dor de cabeça e mais intensa do que já experimentei antes.

…A enxaqueca oprimiu meu corpo a ponto de meus olhos eram essencialmente não funcionais, e o resto do meu corpo paralisou em exaustão…”

Desde então, ela teve que fazer mudanças drásticas na minha vida, como reduzir o tempo de tela para apenas algumas horas por dia e até mesmo sair de um emprego.

Essas seriam grandes mudanças a qualquer momento, mas em 2020, o estresse parece onipresente, e muito da vida é por meio de telas. Felizmente, eu aprendi algumas dicas para se adaptar à vida com enxaqueca em este novo “normal”.

Converse com seu médico

Este é o ponto mais óbvio, mas como muitas pessoas que vivem com enxaqueca, muitas vezes precisa do empurrão extra para falar neurologista quando algo não está certo.

Não ajuda que no momento em que algo é errado, a natureza da enxaqueca pode tornar o alcance quase impossível.

Muitas pessoas acreditam que o médico não pode fazer nada, mas desconhecem que tratamentos disponíveis durante a pandemia estão. A perda de peso também ajuda, mas existem outras opções também.

Independentemente disso, é importante sempre deixar seu médico sobre qualquer mudança repentina ou drástica da sua condição.

Descubra o que melhora sua enxaqueca

Como muitas pessoas que vivem com enxaqueca crônica, em grand eparte se encontram sem uma solução concreta.

O que você saiba que forneça alívio dos sintomas, se você pode, leve com você um KIT para melhorar a enxaqueca que você guarda em casa quando você sair.

O frio é calmante para alguns, adesivos mentolados para pescoço e testa, um gel mentolado para pescoço e ombros pode fornecer algum alívio enquanto o medicamento faz efeito.

Isso funciona para alguns, mas não é um padrão tratamento para enxaqueca e pode não funcionar para você, especialmente se os produtos mentolados forem um gatilho para você.

Algumas bolsas de gelo destinada especificamente para cabeça, rosto e pescoço, pode gerar.

Nem todo produto com a palavra “enxaqueca” vale a pena, mas para algumas pessoas funciona.



Limite o tempo de uso do computador, se puder

 

Isso é importante, já que nossos empregos e estudos estão todos online, assim como nossas reuniões de família, vida social e ativismo comunitário. A ResearchTrusted Source mostra que altos níveis de tempo na frente do computador estão associados à enxaqueca em adultos jovens, e o tempo de tela mostra ser um gatilho claro e agudo para crises. Fale com seu empregador sobre seus limites de tempo de uso do computador e planeje seu dia para fazer intervalos.


Considere óculos para enxaqueca

Infelizmente, nem todos os empregadores são flexíveis e, para muitos, é inevitável ficar na frente da tela o dia todo.

Nesse caso, óculos de sensibilidade à luz, podem ajudar.


Encontre atividades sem estresse e sem computador

Comece a tenyar fazer paçavras cruzados ou outra atividade para passar o tempo quando normalmente jogaria
paciência ou acompanhar as notícias nas redes sociais, para impedir a
sobrecarga dosolhos e cérebro.

Pode-se comprar quebra-cabeças em vários níveis de dificuldade, então pode fazer
sudoku fácil quando estiver em uma ressaca de enxaqueca ou entediado e não seja capaz de mentalidade completa.

Audiobooks são outras opções por meio de uma
plataforma digital que facilita o acesso pelo telefone, tornando mais fácil de ouvir
enquanto faz uma pausa preventiva na tela.

Sair

O ar livre é a última palavra em alívio do estresse sem tela, quer você
gosta de caminhar nas montanhas ou andar de bicicleta pela cidade. Passear,
canoagem e caiaque são ótimos,
Atividades seguras para COVID, dado o distanciamento natural envolvido.

O conselho frequentemente repetido (e raramente examinado) para
exercícios para prevenir ataques de enxaqueca, embora possa ser verdade para alguns,
é difícil ir na academia quando você está com dor.

SIGN UP NOW



Advogar para si mesmo

Em algumas chamadas do Zoom, Pode-se usar só a a voz e não olhar para a tela. Em outros,



Não é para todos, e nem sempre estou disposto a isso, ma sfalar com pessoas próximas que está com crise significa que não precisa mais responder a perguntas sobre isso.

Pessoas próximas podem comprar suprimentos para enxaqueca quando próximas de uma farmácia, e
eles não se incomodam com o fato de eu usar uma bolsa de gelo de rosto inteiro ou deitar para
descansar meus olhos na sala de estar enquanto assistem TV.

Priorize sua saúde

Talvez a maior mudança seja a da sua
mentalidade: não posso mais me dar ao luxo de colocar mais nada acima da minha saúde.

Não coloque as necessidades das outras pessoas antes das suas isso pode até a desencadear crises.

Tendo visto como isso afeta drasticamente a saúde e outros aspectos da
vida, a única opção é cuidar melhor de mim – seja
inconveniente para os outros ou não.


O resultado final

Gerenciar a enxaqueca durante esta era de maior tempo de tela e estresse é
ainda é um trabalho em andamento para mim.

Embora não possamos escapar da realidade de que o Zoom veio para ficar, nós
podemos tomar medidas para nos defender e cuidar de nós mesmos durante estes
novos tempos.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *