Dicas para um estômago saudável

Para ter um estômago saudável siga estas dicas:

.. Contra o estresse 

Embora seja quase impossível : Evite o estresse e raiva. Estômagos sensíveis são particularmente afetados pelo estado de ânimo. Equilibre o seu nível de estresse com técnicas de relaxamento.

… Ingestão de líquidos

Forneça líquido suficiente para seu estômago.
No mínimo 2 litros por dia. Água, chá ou sucos de fruta sem açúcar ajudam o estômago no seu trabalho. Evite refrigerantes, água mineral e bebidas ácidas.
Reduza o consumo de café preto, chá preto e álcool, especialmente com o estômago vazio.  

… Tenha hábitos saudáveis

Tente livrar-se do fumo, você pode, utilize-se de programas e auto-ajuda, existe muitos tratamentos e terapias.

Evite, sempre que possível medicamentos que atacam o seu estômago. Se você está tomando medicamentos que atacam o seu estômago, então fale com seu médico. Ele pode aconselhá-lo sobre as alternativas.

…Alimentação

_ Coma devagar. Aproveite cada momento e mastigue bem os alimentos. As enzimas na saliva, atuam na quebra do açúcar já na boca e facilita o trabalho do estômago;

_ Espalhe suas refeições durante o dia. Pequenas porções é melhor do que uma grande de uma única vez;

_ Evite os alimentos conhecidos por causar flatulência em você. Mesmo que eles sejam saborosos;

_ Use na cozinha, ervas e temperos saborosos, em vez de pimenta;.

_ Evite alimentos com muita gordura e reduza em especial a quantidade de carne. A proteína da carne e gordura, no estômago, tem uma digestão mais lenta;

_ Verifique seus hábitos alimentares ou consulte um nutricionista para ter uma ingestão regular de alimentos sem erros ou exageros;

_ Combine novos pratos : Uma dieta balanceada tem um impacto positivo sobre o bem-estar do trato gastrointestinal;

_ Exercícios podem ajudar na atividade digestiva.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para Dicas para um estômago saudável

  1. Pingback: As queixas gastrointestinais - WMnett

  2. Pingback: Manometria esofágica - WMnett

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *